Tag Archives: desemprego

Conselho Europeu preocupado com desemprego jovem

5 Jun

‘(…)In June, I would like to put the fight against unemployment high on our agenda. The number of unemployed people in our Union, especially of young people, is at record levels. It has become one of the most pressing issues in most, if not all, of our Member States. That is why we must do our utmost to deal with it together (…)’ na Carta do President Herman Van Rompuy aos membros do Conselho Europeu

Reunião com a UIPSS de Coimbra

4 Jun

No âmbito da iniciativa lançada pelo Secretário-Geral do PS sobre emprego e questões sociais, os deputados do PS  Coimbra foram recebidos pela direcção da União das Instituições Particulares de Solidariedade Social de Coimbra, que aproveitou a oportunidade para apresentar um relatório da situação social que se vive no Distrito, e manifestar a sua preocupação com o agravamento do desemprego e das situações de pobreza extrema que se vão  sentindo  em alguns locais.
Foram ainda apresentadas as preocupações que se vão sentindo em algumas instituições, em consequência das dificuldades financeiras das famílias, reclamando as ipss um reajustamento dos acordos de cooperação às suas necessidades.
O Distrito de Coimbra registou entre 2011 e 2013, mais 30 mil desempregados ( + 57 %).
Os desempregados sem qualquer tipo de subsidio são mais de 12 mil, um crescimento superior a 50% relativo a 2011 e os apoios de RSI desceram cerca de 16 %, aumentando as insolvências, no período de 2011-2013, quase 90 %.

Deputados PS reunem com direção da União das IPSS de Coimbra

Deputados PS reunem com direção da União das IPSS de Coimbra

Imagem

Desemprego, dignidade social e assédio moral

15 Maio

Desemprego, Dignidade social

Desemprego aumenta

9 Maio

A taxa de desemprego atingiu os 17,7%, no 1º trimestre deste ano: a mais alta de sempre!
Este valor é superior em 2,8 pontos percentuais (p.p.) ao do trimestre homólogo de 2012 e em 0,8 p.p. ao do trimestre anterior. A população desempregada foi estimada em 952.200, o que representa mais 132.900 desempregados (+16,2%) que no trimestre homólogo e mais 29.000 (+3,1%) que no trimestre anterior.
Há mais 277.200 desempregados desde que a coligação PSD/CDS-PP está em funções: um aumento de 41,1%.
O número de empregados diminuiu 4,9% face ao trimestre homólogo do ano passado e 2,2% face ao trimestre anterior, o que significa que há menos 229.300 empregos que no trimestre homólogo do ano passado e 98.600 que no último trimestre.
O Governo atual já destruiu 459.800 empregos, isto é, em quase dois anos já destruiu mais empregos do que o governo anterior do PS em 6 anos (201.000): mais do dobro!

De uma análise desagregada aos dados publicados, destaca-se:
 A taxa de desemprego juvenil subiu para 42,1%. Há 165.900 jovens desempregados: mais 11.500 que no ano passado (+7,4%), e mais 50.400 (+44%) desde que o governo atual exerce funções. A taxa de desemprego juvenil era de 27,0% no 2º trimestre de 2011.

 A nível regional, o Algarve apresenta a maior taxa de desemprego, de 20,5%. A Região Autónoma da Madeira regista o maior aumento homólogo e o Alentejo o maior aumento trimestral.

Taxas de desemprego por região NUTS II

Fonte : GPPS

Estão à espera de quê ?

2 Abr

O desemprego na Europa continua a subir , atingindo já os valores mais altos desde a criação do euro em 1999. O desemprego atingiu os 12 % tendo sido revistas em alta todas as previsões.
‘Eurostat said Greece had the euro zone’s highest unemployment rate: 26.4 percent unemployment in December, the latest month for which data are available. A sovereign debt crisis, and the tax increases and spending cuts that followed it, have wrecked the Greek economy. An astonishing 58.4 percent of Greek youth were classified as unemployed, Eurostat reported. Spain, where the economy has also contracted sharply following the collapse of the global credit bubble, posted the second-highest unemployment rate in the euro zone: 26.3 percent in February. Austria’s jobless rate was the lowest, at 4.8 percent. Germany’s was near the bottom at 5.4 percent, while France’s was double its larger neighbor, at 10.8 percent’

26 mil desempregados

20 Fev

Decorrido ano e meio deste Governo, as noticias que nos chegam continuam a ser pouco animadoras, confirmando que o caminho da austeridade excessiva não era o remédio indicado para a cura.
Segundo os últimos dados mensais do IEFP, referentes a janeiro, o nº de desempregados registados nos Centros de Emprego atingiu 740.062, mais 102.400 (+16,1%) que no mesmo período de 2012 e mais 29.410 (4,1%) que no mês anterior. Face ao mês passado, há mais, em média, 949 desempregados por dia, ou 40 por hora.
Com o governo de Passos Coelho, num ano e meio, o nº de desempregados inscritos nos Centros de Emprego já cresceu 43%: são mais 221.357 desempregados inscritos.
O Distrito de Coimbra regista atualmente cerca de 26000 desempregados inscritos, correspondendo a uma variação de mais 5000 desempregados em relação a Janeiro de 2012 e mais 1000 que no mês de Dezembro de 2012.
O nosso Distrito é o que tem a 9ª maior taxa de desempregados registados no IEFP e o concelho de Arganil foi aquele que a nível nacional registou o maior crescimento relativo face ao ao mês anterior (+21%, corresponde a +122).
A tendência será ainda de agravamento do desemprego, como resulta dos sinais que nos chegam da CIMPOR , que apontam para o encerramento da sua fábrica em Buarcos e o despedimento de cerca de 30 trabalhadores, cuja média de idades estará nos 55 anos. A confirmar-se esta decisão a Cimpor colocará no desemprego profissionais que dedicaram a sua vida àquela empresa, desrespeitando as condições da OPA ( oferta pública de aquisição) àquela empresa, as quais asseguravam a manutenção dos postos de trabalho
Vivemos um tempo de muitas dificuldades, mas também um tempo de esperança na capacidade dos portugueses. Um tempo em que se volta a ouvir “ Grandola, Vila Morena” e se ouvem os primeiros acordes do “ Depois do Adeus”.
Nas Beiras

Desemprego continua a crescer

1 Fev

Em dezembro, a taxa de desemprego em Portugal aumentou para 16,5%, correspondendo a quase 900 mil desempregados (897 mil). São mais 107 mil desempregados face ao mês homólogo de 2011 (um crescimento de 13,5%) e mais 11 mil em apenas um mês (um crescimento de 1,2% face ao mês anterior).
Portugal apresenta a 3ª taxa de desemprego mais elevada da UE27 e o 4º maior crescimento (homólogo). A taxa de desemprego em Portugal, cresceu quase 3 vezes mais que a da União Europeia e quase o dobro da zona euro. No ano anterior, pela mesma altura (em Dezembro 2011) a taxa de desemprego em Portugal situava-se em 14,6% (a 5ª mais alta da UE) .

Desde que este Governo está em funções (junho 2011) há mais de 200 mil desempregados (210 mil), um aumento de 31%: mais 583 por dia ou 24 por hora.
Em termos de média anual, em 2012, a taxa de desemprego terá sido de 15,7%, ligeiramente superior às últimas projeções, quer nacionais como internacionais, que apontavam para 15,5%, mais muito superior à projeção que o governo elaborou no Orçamento do Estado para 2012, que era de 13,4%.

Fonte: GPPS e Eurostat

Financiamento Internacional

oportunidades e recursos

Praça do Bocage

Conversa sobre o que nos dá na real gana…

almôndega

narrativas, cebolas e molho vermelho

Recordar, Repetir e Elaborar

O de sempre, só que de novo.

Pra Fora

Depositário do que eu vejo por aí

O Informador

Jornalismo, média, actualidade nacional e internacional

Palavras ao Poste

A OPINIÃO (QUASE) CERTEIRA

%d bloggers like this: