Tag Archives: Segurança Social

PARES

15 Mar

“O programa Pares, de apoio aos equipamentos sociais, como lares de idosos e creches, criou já 12 mil postos de trabalho, através do investimento de 212 milhões de euros, anunciou a ministra do Trabalho e Solidariedade Social, Helena André, acrescentando que o programa já aprovou 614 equipamentos em todo o país. “
no PORTUGALDIÁRIO

Anúncios

RESOLVER UM PARADOXO

15 Mar

“Num momento em que os números do desemprego continuam a ser elevados e quando existem necessidades de mão-de-obra em vários sectores da nossa economia, não podemos continuar com este paradoxo de existirem muitas pessoas desempregadas e ao mesmo tempo postos de trabalho que não são preenchidos”, Helena André, Ministra do Trabalho e Solidariedade Social no EXPRESSO.

CONTA-ME TUDO…

11 Mar

O deputado do PS, Vítor Baptista avançou à Antena 1 que o actual modelo da Segurança Social não serve, e que só está à espera que passe o tempo da discussão do Orçamento de Estado e do Plano de Estabilidade e Crescimento (PEC) para apresentar uma série de alterações ao modelo actual. As mudança são sobretudo ao nível da idade da reforma, explica o jornalista Fausto Coutinho.
Clique aqui para ouvir a entrevista

NOVOS INCENTIVOS À CONTRATAÇÃO DESEMPREGADOS EM RISCO

7 Fev

O Governo vai reformular os incentivos à contratação de desempregados em risco de exclusão, como ex-beneficiários do rendimento social de inserção (RSI), ex-reclusos ou pensionistas de invalidez. Por um lado, limitando o potencial público-alvo, que será restringido a quem esteja desempregado há mais de dois anos; por outro lado, alargando os apoios oferecidos às empresas, com o pagamento imediato de quatro mil euros às que estejam dispostas a contratar sem termo.

No ano passado, os incentivos desenhados para desempregados com este perfil destinavam-se a todos os que estivessem sem trabalho há mais de nove meses. As empresas que contratassem sem termo tinham direito a receber dois mil euros acrescidos da isenção de contribuições por 24 meses. Já no caso de contratações a prazo era oferecido um desconto de 50% nas contribuições a pagar à Segurança Social.

Este ano, porém, o incentivo será reforçado, anunciou ontem a ministra do Trabalho, Helena André, aos jornalistas. As empresas que contratarem sem termo desempregados com este perfil terão direito a receber quatro mil euros, a que acrescem 36 meses de isenção contributiva. Se o contrato for a prazo, a redução das contribuições será de 65% no primeiro ano e de 80% nos seguintes.

Os antigos apoios já caducaram, mas o Governo não esclarece quando prevê que a nova medida entra em vigor. O Ministério do Trabalho garante apenas que a lei terá efeitos retroactivos a Janeiro.

A FELICIDADE MORA AQUI

29 Dez

A Vida Depois dos 70 anos – JN

Até que a morte os separe…

ALTERAÇÃO DO PAGAMENTO DE SUBSIDIOS SOCIAIS

7 Dez


Exemplo cheque não à ordem no site BANCO PORTUGAL

A Segurança Social vai alterar o modo de pagamento dos subsídios sociais de carta-cheque para carta-cheque não à ordem.
O cheque não à ordem tem as seguintes características:
• Não pode ser endossado (passado ou transmitido) a terceiros (qualquer pessoa diferente do próprio beneficiário);
• Só pode ser levantado pelo próprio e/ou depositado numa conta do próprio.
O cheque não à ordem garante:
• Que o pagamento do subsídio social é feito unicamente ao beneficiário nele indicado;
• Que a Segurança Social tem total segurança e controlo do seu pagamento;
• Que o beneficiário tem a certeza que o dinheiro do subsídio não é pago indevidamente a uma terceira pessoa.

O Departamento de Gestão Financeira, em parceria com o Departamento de Prestações e Atendimento, o Gabinete de Comunicação e o Via Segurança Social, bem como as Instituições Bancárias envolvidas, tem vindo a desenvolver um trabalho de alteração do pagamento dos subsídios sociais de carta-cheque para carta-cheque não à ordem, com previsão de arranque em Janeiro de 2010.
Esta necessidade de alteração é fruto das sucessivas comunicações por parte dos beneficiários, que reclamam não ter recebido os cheques relativos às suas prestações, por motivo de extravio ou roubo, bem como por parte das instituições bancárias que nos comunicam as mais diversas ocorrências de depósitos de cheques da Segurança Social suspeitos de fraude no endosso. Neste contexto, têm surgido casos de furto, roubo ou extravio de cheques já preenchidos que são, posteriormente, apresentados a pagamento e depositados na conta de outro que não o beneficiário inicial, mediante a falsificação de um endosso. Estas situações ocorrem quando o cheque não é entregue pessoalmente ao seu beneficiário ou quando há apropriação ilegítima do mesmo.
Deste trabalho conjunto resultou que a utilização de cheques não à ordem irá ser adoptada para a totalidade das prestações da Segurança Social.

Na próxima Revista Pretextos
Em alternativa opte pela transferência bancária. É muito mais cómodo e fácil.
Registe-se na Segurança Social Directa.

TAÇA DE MAGOS

4 Dez

“O executivo municipal da câmara de Salvaterra de Magos reuniu ao final da tarde desta quarta-feira, dia 2, com a directora da Segurança Social do concelho, Clara Carregado. “lê-se no Mirante

Directora da Segurança Social do concelho de Salvaterra de Magos ?!!Se os outros concelhos descobrem vai ser bonito…

Financiamento Internacional

oportunidades e recursos

Praça do Bocage

Conversa sobre o que nos dá na real gana…

almôndega

narrativas, cebolas e molho vermelho

Recordar, Repetir e Elaborar

O de sempre, só que de novo.

Pra Fora

Depositário do que eu vejo por aí

O Informador

Jornalismo, média, actualidade nacional e internacional

Palavras ao Poste

A OPINIÃO (QUASE) CERTEIRA

%d bloggers like this: