Tag Archives: turismo

Encerramento do restaurante do Casino da Figueira da Foz

14 Dez

20121214-224047.jpg

O Sindicato de Hotelaria e Turismo do Centro foi hoje ouvido na Comissão de Segurança Social e Trabalho e por deputados eleitos por Coimbra para apresentar as suas preocupações com o encerramento do restaurante do Casino da Figueira da Foz e consequente ameaça de um despedimento colectivo pela Sociedade Figueira Praia dos 15 trabalhadores que ali desempenhavam funções há vários anos.
Na verdade, o encerramento do restaurante vem colocar os (as) trabalhadores(as) em situação de enorme dificuldade dada a situação que o país atravessa e a crise que o sector da Restauracao e hotelaria sofre com a subida do IVA para os 23 %.
Na audição foi possível debater e encontrar alguns caminhos para uma eventual solução, a qual numa primeira ordem passa pela administração da Sociedade Figueira Praia, quer directa ou indirectamente envolvida.
Foram ainda levantadas algumas pertinentes questões sobre o funcionamento dos casinos que agora seguirão a sua tramitação normal.
Importante foi perceber do sentido de responsabilidade e disponibilidade do sindicato para a procura de uma solução que vá ao encontro das preocupações das partes.
Assim haja vontade…

Anúncios

HEALTH RESORT NATURE EM GÓIS

7 Maio

«Coimbra, 06 mai (Lusa) – Um empreendimento nas áreas do turismo, saúde e bem-estar, destinado essencialmente a pessoas da terceira idade, ativas ou a necessitar de cuidados continuados, vai ser criado em Góis – foi hoje revelado.

Apresentado como “um projeto pioneiro em Portugal”, o Health Resort Nature Góis terá um hotel quatro estrelas, com ‘spa’ e ‘health club”, 86 apartamentos T1 ligados ao hotel, 34 vivendas autónomas do tipo V1, V2 e V3, com garagem, terraço, área para jardinagem, piscina e residências medicalizadas/assistidas para apoio a doentes de Alzheimer, psiquiatria, geriatria e cuidados continuados.

Apresentado hoje em Góis, o complexo, um investimento de 50 milhões de euros, começa a ser construído este ano ou no início do próximo e estará concluído em 2015, prevendo-se a inauguração do hotel e do ‘spa’ em junho de 2012. Segundo a documentação distribuída na sessão, hoje foi assinado o protocolo de formalização do novo projeto por Alberto Mateus, responsável da empresa promotora, a Nature Sanus, SA, e pela presidente da Câmara de Góis, Maria de Lurdes Castanheira. “Preparado para receber até 460 pessoas com uma vida ativa e independente e até 300 utentes que necessitem de cuidados permanentes, o Nature Góis pretende ser um espaço onde é possível envelhecer com qualidade de vida”, adianta o texto.» Ler mais em GUIA DE PORTUGAL

 

 

RATO MICKEY VAI FALAR PORTUGUÊS

7 Mar

” O Brasil é a bola da vez. Estabilizou a sua economia, recebe o circo da F1, receberá a corrida da Fórmula Indy 300, conquistou os direitos de fazer a Copa do Mundo de Futebol em 2014 e sediar as Olimpiadas em 2016. O mundo está com os olhos voltados para o Brasil, inclusive a Disney. O mega complexo, sonho de adultos e crianças, desembarca em terras tupiniquins em 2016, numa mega estrutura digna para um país que será o grande foco na próxima decada.(…)” no ROUTE 777

NÃO É MENTIRA DE ABRIL

1 Mar

Será no próximo mês de Abril que o Vila Galé Coimbra abrirá as portas ao público.

Localizado nas fraldas no Rio Mondego, a nova unidade hoteleira terá como conceito base ‘Leasure & Conference’. Dirigido para o turismo de negócios e lazer, o Vila Galé Coimbra oferece quartos decorados num estilo moderno, com cores quentes naturais e tecidos luxuosos.

O restaurante do hotel brinda os hóspedes com uma selecção de pratos locais e internacionais.

CRISIS ? WHAT CRISIS ?

29 Dez

Operações Multibanco batem recordes no Natal

Hotéis: procura supera a dos anos anteriores

Estamos mesmo em crise ou gostamos de festa ?

POR COIMBRA

29 Dez


foto Dinis Manuel Alves

Já o afirmei noutro forum, Coimbra precisa de um poder criativo que potencie as sinergias existentes. Tem faltado ambição ao poder local vigente e sentimos que se vive em circuito fechado, sem asas para voar, numa cidade que sofre de uma asfixia evolutiva que atormenta e revolta.
Coimbra reclama um movimento colectivo de ruptura com o “status quo” vigente, que não se reduza à pequena política mas à apresentação de propostas.
Já defendi que a autarquia devia mobilizar os seus valores locais da cultura ( bandas, ranchos, musicos, grupos de fado, grupos de teatro,artistas plásticos, etc) para uma parceria com a hotelaria e restauração, criando uma “movida” cultural que promova a dinamização da Baixa de Coimbra.
Mas Coimbra precisa, também, de rapidamente assumir um programa de criação de hotspots (pontos de acesso gratuito à Internet sem fios) em vários locais do concelho para promoção do uso de novas tecnologias, criando condições de acesso à internet para todos, num verdadeiro combate à info-exclusão.
E, porque não, seguir o exemplo de várias cidades americanas que desenvolveram plataformas locais onde reunem informação útil aos seus cidadãos e, simultaneamente, permitem a recepção de alertas dos problemas que aqueles encontram no seu dia-a-dia, desenvolvendo-se uma nova relação entre eleito e eleitor.

Financiamento Internacional

oportunidades e recursos

Praça do Bocage

Conversa sobre o que nos dá na real gana…

almôndega

narrativas, cebolas e molho vermelho

Recordar, Repetir e Elaborar

O de sempre, só que de novo.

Pra Fora

Depositário do que eu vejo por aí

O Informador

Jornalismo, média, actualidade nacional e internacional

Palavras ao Poste

A OPINIÃO (QUASE) CERTEIRA

%d bloggers like this: