Archive | Coimbra RSS feed for this section

Academia dos Mais Adultos visitou o Parlamento

9 Jan
Um grupo de 50 pessoas da Academia dos Mais Adultos de S. Martinho do Bispo, Coimbra, liderado pelo Eng.º Flávio Ferreira, visitou hoje a Assembleia da República. Depois da visita guiada, onde aproveitaram para conhecer melhor a forma de funcionamento do nosso Parlamento, reuniram com representantes dos diversos grupos parlamentares.
Enquanto deputado eleito pelo PS, estive com Nuno Encarnação, do PSD, Paulo Almeida, do CDS/PP, Rita Rato, da CDU e Cecília Honório, do Bloco Esquerda,  a responder  às mais diversas questões que nos foram sendo colocadas pelos membros da Academia. Metro Mondego, participação política, reforma parlamentar e pensões foram alguns dos temas que mereceram a atenção dos participantes.
Participou ainda no debate com os Mais Adultos, o Engº Mauricio Marques, do PSD, perante uma assistência atenta e interessada, onde se encontravam ainda outros deputados eleitos pelo círculo de Coimbra.
Após o encontro, o grupo da Academia aproveitou para almoçar nas instalações do Parlamento e assistir ao plenário.
Deputados conversam com a Academia dos Mais Adultos de S. Martinho do Bispo

Deputados conversam com a Academia dos Mais Adultos de S. Martinho do Bispo

Colocando questões

Colocando questões

Uma comitiva atenta

Uma comitiva atenta

Paulo Almeida, CDS/PP, Rita Rato, CDU, Mário Ruivo, PS e Nuno Encarnação, PSD

Paulo Almeida, CDS/PP, Rita Rato, CDU, Mário Ruivo, PS e Nuno Encarnação, PSD e o Engª Flávio Ferreira

Assembleia da ANA PS em Coimbra

5 Jan
“O PS defende que Portugal regresse aos mercados de forma limpa, isto é, sem necessitar de apoio”, reiterou o líder socialista, em Coimbra.
António José Seguro intervinha no encerramento da assembleia geral da Associação Nacional de Autarcas Socialistas (ANA PS), para cuja liderança foi eleito José Luís Carneiro, presidente da Câmara de Baião e da Federação do Porto do PS, sucedendo a Rui Solheiro, ex-autarca de Melgaço e atual secretário-geral da Associação Nacional de Municípios Portugueses.
“O que queremos sabemos muito bem: que Portugal siga o caminho da Irlanda, que Portugal regresse aos mercados de forma limpa”, insistiu, salientando ter sido “para isso que o primeiro-ministro exigiu tantos sacrifícios” aos portugueses.
No entanto, Portugal “entra no novo ano sob o signo da incerteza”, disse.
“Vamos terminar, no final do primeiro semestre deste ano, o programa de assistência e económica e financeira a Portugal e não sabemos o que vai acontecer ao nosso país”, adiantou António José Seguro.
Ao questionar “se será uma saída com ajuda ou sem ajuda”, advertiu que “qualquer tipo de apoio exige mais sacrifícios” aos cidadãos.
“Nós não escondemos a diferença entre um programa cautelar e um segundo resgate”, referiu.
O secretário-geral do PS recusou “mais sacrifícios e mais sofrimento”, sobretudo para os reformados e pensionistas, e insurgiu-se contra uma “TSU dos idosos”.
O PS “está contra essa nova TSU dos idosos” que o Governo de Pedro Passos Coelho “se prepara para aplicar” no âmbito do Orçamento de Estado para 2014.
“Não tinha de ser assim”, mas tal acontece “por impreparação para governar” e por “opção ideológica” do executivo de coligação PSD/CDS, num momento em que “uma parte ínfima de portugueses se transforma em milionários”, enquanto, segundo António José Seguro, a classe média “está praticamente dizimada” pelas políticas dos últimos dois anos e meio.
Diário Digital/Lusa

Manuel Machado durante a sua intervenção na assembleia geral da Associação Nacional Autarcas Socialistas, em Coimbra

Manuel Machado durante a sua intervenção na assembleia geral da Associação Nacional Autarcas Socialistas, em Coimbra


Jorge Botelho, Presidente Câmara de Tavira durante a sua intervenção na ANA PS

Jorge Botelho, Presidente Câmara de Tavira durante a sua intervenção na ANA PS


António José Seguro, Secretário Geral do PS no encerramento da ANA PS

António José Seguro, Secretário Geral do PS no encerramento da ANA PS

Embaixadora de Cuba visita Coimbra

21 Dez
No passado dia 16 de Dezembro, S. Excia a Embaixadora de Cuba em Portugal, Johana Tablada, deslocou-se a Coimbra para participar na Tertúlia do Baga, local de encontro entre empresários, académicos, autarcas e dirigentes locais. Foi também uma oportunidade para os nossos empresários tomarem contacto com as múltiplas oportunidades de investimento naquele País e conhecerem os incentivos e condições que Cuba oferece aos investidores estrangeiros.
Cuba é hoje um país aberto ao investimento, particularmente na área da construção civil, novas tecnologias, hotelaria e agro-alimentar. Durante esta visita, a disponibilidade e simpatia da Sra Embaixadora de Cuba marcou os seus contactos com o Presidente da Câmara Municipal de Coimbra, Dr Manuel Machado, com os dirigentes do Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra, com o Reitor da Universidade de Coimbra e com os empresários, quer na reunião com o Conselho Empresarial do Centro, quer no jantar da Tertúlia do Baga.
Cuba já não é só sol e mar, mas um país orgulhoso da sua história e da sua identidade. Conscientes dessa sua força, abrem-se agora ao exterior. Uma oportunidade para os que primeiro acreditarem nas suas potencialidades e localização geo-estratégica.
Johana Tablada com Manuel Machado

Johana Tablada com Manuel Machado

Recepção na Câmara de Coimbra

Recepção na Câmara de Coimbra

Com Manuel Lopes Porto

Com Manuel Lopes Porto

Encontro com representantes da Universidade Coimbra e do ISCAC

Encontro com representantes da Universidade Coimbra e do ISCAC

Encontro com representantes da Universidade Coimbra e do ISCAC

Encontro com representantes da Universidade Coimbra e do ISCAC

Com o Reitor da Universidade de Coimbra

Com o Reitor da Universidade de Coimbra

À entrada para o jantar da Tertúlia do Baga

À entrada para o jantar da Tertúlia do Baga

Visita da Comissão Saúde ao C.H.U.Coimbra

23 Out

A Comissão de Saúde da Assembleia da República, presidida pela deputada do PS, Antónia Almeida Santos, efectuou uma deslocação ao serviço de urgências do Centro Hospitalar da Universidade de Coimbra (C.H.U.C ), visitando as urgências dos Hospitais da Universidade de Coimbra, dos Covões e do Pediátrico.
Recebidos pelo Conselho de Administração da A. R. S. Centro e pelo Conselho de Administração do C.H.U.C, a Comissão de Saúde pôde durante a visita avaliar as condições de funcionamento daqueles serviços, bem como conhecer o plano estratégico aprovado daquele centro hospitalar.
Foi também uma oportunidade para conhecer algumas unidades recentemente criadas ou reestruturadas, numa deslocação que teve a minha participação e de Serpa Oliva, deputado do CDS/PP, ambos eleitos pelo circulo de Coimbra e membros daquela Comissão.

007006004005021

022

Dia da Cultura de Cuba no ISCAC

20 Out

O ISCAC, Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra, organizou o Dia da Cultura de Cuba, que contou com a presença da nova Embaixadora de Cuba, Johana Tablada e de outros elementos daquela Embaixada.
Entre exposição de pintura e música cubana, foi possível perceber a enorme simpatia da nova Embaixadora e da sua equipa.
Manuel Castelo Branco, Presidente daquele Instituto, conseguiu reunir neste evento um elevado número de personalidades, entre os quais destaco o Presidente do IPC, Rui Antunes e da Assembleia Municipal de Coimbra, Manuel Lopes Porto, que ali fez a sua penúltima intervenção antes da posse que amanhã dará aos novos órgãos autárquicos.
Como vice-presidente do Grupo Parlamentar de Amizade Portugal/Cuba, registei com agrado o carinho dos participantes para com a cultura do povo cubano e ficou o convite à Senhora Embaixadora para um regresso breve a Coimbra.
Uma palavra final de amizade para Manuel Castelo Branco, com quem partilhei funções no Conselho Directivo da Faculdade de Direito, saudando a dinâmica que, sem surpresa para mim, vem imprimindo ao ISCAC.
Parabéns Manuel.

Embaixadora de Cuba, Johana Tablada, durante a sua intervenção

Embaixadora de Cuba, Johana Tablada, durante a sua intervenção

Presidente do ISCAC, Manuel Castelo Branco no discurso de recepção a S.Exia Embaixadora de Cuba

Presidente do ISCAC, Manuel Castelo Branco no discurso de recepção a S.Exia Embaixadora de Cuba

Universidade de Coimbra, Património da Humanidade

24 Jun
foto Nuno Rosário

foto Nuno Rosário

A Unesco reconheceu a Universidade Coimbra e a Alta como Património Mundial da Humanidade certificando o seu incomparável valor histórico, cultural e patrimonial  e assinalando, dessa forma, o contributo da Universidade para a afirmação da nossa língua e cultura no Mundo.
Esta consagração, que agora unanimemente se saúda, deve-se à convicção e ao empenho dos que nela acreditaram, desde a tese de doutoramento de António Pimentel até ao atual Reitor, João Gabriel Silva, sem esquecer Seabra Santos, o arquitecto Nuno Lopes e a autarquia de Coimbra. Mas também os que a ela se associaram, como o maestro Virgílio Caseiro e os Antigos Orfeonistas da Universidade de Coimbra, que divulgaram a candidatura e a nossa mística com uma paixão inesgotável.
Espero que, finalmente, Portugal e Coimbra descubram a importância da Universidade, não se limitando ao mero elogio circunstancial, mas concedendo-lhe os meios necessários à sua missão. E que o momento nos permita também pensar na importância do Fado de Coimbra e do comércio da Baixa de Coimbra. É nesta união entre Universidade, Alta de Coimbra, Baixa e seu Comércio e o Fado de Coimbra que se deve construir o nosso futuro coletivo como Cidade dos Amores e do Mondego.

Reunião com a UIPSS de Coimbra

4 Jun

No âmbito da iniciativa lançada pelo Secretário-Geral do PS sobre emprego e questões sociais, os deputados do PS  Coimbra foram recebidos pela direcção da União das Instituições Particulares de Solidariedade Social de Coimbra, que aproveitou a oportunidade para apresentar um relatório da situação social que se vive no Distrito, e manifestar a sua preocupação com o agravamento do desemprego e das situações de pobreza extrema que se vão  sentindo  em alguns locais.
Foram ainda apresentadas as preocupações que se vão sentindo em algumas instituições, em consequência das dificuldades financeiras das famílias, reclamando as ipss um reajustamento dos acordos de cooperação às suas necessidades.
O Distrito de Coimbra registou entre 2011 e 2013, mais 30 mil desempregados ( + 57 %).
Os desempregados sem qualquer tipo de subsidio são mais de 12 mil, um crescimento superior a 50% relativo a 2011 e os apoios de RSI desceram cerca de 16 %, aumentando as insolvências, no período de 2011-2013, quase 90 %.

Deputados PS reunem com direção da União das IPSS de Coimbra

Deputados PS reunem com direção da União das IPSS de Coimbra

Financiamento Internacional

oportunidades e recursos

Praça do Bocage

Conversa sobre o que nos dá na real gana…

almôndega

narrativas, cebolas e molho vermelho

Recordar, Repetir e Elaborar

O de sempre, só que de novo.

Pra Fora

Depositário do que eu vejo por aí

O Informador

Jornalismo, média, actualidade nacional e internacional

Palavras ao Poste

A OPINIÃO (QUASE) CERTEIRA

%d bloggers like this: