Coimbra é uma canção

24 Jun
Sansão Coelho na sua crónica no Despertar surpreende-nos :
Sou capaz de surpreender muitos dos nossos leitores, e até, seguramente, as estruturas concelhia e distrital de Coimbra do Partido Socialista com esta minha opinião de hoje: MANUEL MACHADO devia candidatar-se a SECRETÁRIO GERAL do PARTIDO SOCIALISTA para além da sua (re)candidatura à Presidência do Município de Coimbra.
Numa ocasião em que o nosso país não encontra soluções para os graves problemas que o enformam é preciso ter uma alternativa forte para Primeiro Ministro, na área do principal partido da oposição, face à provável queda do Governo. Independentemente do valor (e dos valores) que reconhecemos em António José Seguro, atual Secretário Geral do PS, a situação da Europa do Sul, em geral, e o desespero em Portugal, em particular, reclamam um Secretário Geral dos socialistas com forte experiência política, traquejo, capacidade negocial, com carisma, aceitação pública e capaz de unir todas as sensibilidades do PLURAL PS. MANUEL MACHADO é um diamante político sedimentando um caudal de experiência não só autárquica (mas com conhecimento do país) e um sentido muito singular de liderança. MACHADO é, em nossa opinião, um dos políticos mais determinados dentre vários que conhecemos no âmbito nacional. Tem invejáveis capacidades de trabalho e de resistência. Não podemos penalizar o país por não ousarmos … OUSAR.. ou por não sairmos da rotina de lideranças e de líderes escolhidos na TECNO ELITE em detrimento de Identidades e Entidades Locais. Portugal tem essa outra doença crónica que dá pelo nome de macrocefalia alfacinha e cujos sintomas se agudizaram nos últimos trinta anos. À medida que mergulhamos os nossos políticos (os nossos governantes e deputados em concreto) nas redes da CAPITAL estamos a homogeneizar a sua forma de pensar e de estarem na política. E isto é mau. É muito mau! Gostaria ainda que os leitores, por gentileza, abdicassem de qualquer ínfima perceção de estarmos a contribuir para divisões no seio do principal partido da Oposição, a deslegitimar ou a diminuir António José Seguro. Há dias escrevemos neste espaço de Opinião que ANTÓNIO COSTA seria bem- vindo, e teria todo o nosso apoio, caso avançasse, como parecia avançar, para uma candidatura a Secretário Geral. Hesitou, embora possa ainda candidatar-se. Se o fizer não será uma candidatura contra SEGURO, nem a favor de Divisionismos ou Contra Unanimidades. Mostra apenas vitalidade e a pluralidade de sensibilidades no seio do PS e uma LEITURA DE UM PAÍS REAL QUE NÃO É SÓ LISBOA. SEGURO terá chegado cedo de mais a Secretário Geral dos socialistas e desempenha o cargo num tempo difícil (uma espécie de estado de necessidade) e tem sido um OPOSITOR com excesso de NIMS em vez do direto SIM OU SOPAS. Coube-lhe essa ingrata tarefa de estar ao leme, em período ondulado, refletindo agitação e cogitação. Por mais que reafirme as suas capacidades e os seus pontos de vista, que apresente no cartão de visita um TU CÁ TU LÁ COM HOLLANDE, ou o seu aplaudido desejo de caminharmos para o FEDERALISMO EUROPEU (que urge), Seguro dificilmente segurará o seu Partido unido; e é com dificuldade que poderá mostrar uma CAPACIDADE de RUTURA com a atual governança. Basta ver a sensibilidade de uma grande parte dos portugueses para um Governo do PS, mas já a não ser tão bem recebida a possibilidade de Seguro vir a ser Primeiro Ministro. Os portugueses denotam estarem cansados dos partidos ou, talvez, dos POLÍTICOS OMNIPRESENTES ou de quem os engana. Há indícios de quererem Personagens Determinadas, Sem Desgaste, Com Carisma e que não façam recordar esta fase recentíssima da Atribulada Vida (OU MORTE?) dos Portugueses condenados ao Empobrecimento, ao Desemprego, a uma desproporcionada e tenebrosa Carga Fiscal. Por mais e melhores intenções manifestadas, macroscopicamente, nunca vi a Sociedade Portuguesa tão revoltada como acontece neste momento. Passem, por exemplo, nos supermercados onde as pessoas, as que ainda conseguem comprar, falam umas com as outras e O QUE DIZEM QUANDO SE FALAM? É assustador e preocupante ouvir tanto lamento. Muitas pessoas deixaram de comprar medicamentos, bens essenciais, há jovens que deixaram de estudar, há cafés vazios, há auto estradas desertas, há ruas com vários estabelecimentos fechados e falidos, há uma enormíssima contestação que se relata ao ouvido e que quando vier cá para fora, a plenos pulmões, pode ecoar em danos irreparáveis. Já esperamos o DESASTRE FINAL o que suscita uma ansiedade encaixada. Ainda nos admiramos, contudo, da capacidade de resistência solidária do CDS a aceitar medidas desmedidamente contra os seus princípios. Uma hesitação do CDS e o Governo cairá. Chamados às urnas os portugueses desejam um PS liderado por quem não nos faça lembrar estes recentes meses de ANGÚSTIA.ANTÓNIO COSTA que tem estado a dirigir o município lisboeta e, assim, a salvo de várias inclemências, seria uma mais valia para o PS neste momento. Mas, em nossa opinião, e porque conhecemos as suas capacidades, MANUEL MACHADO a viajar de Coimbra para Lisboa e para a liderança do PS podia ser uma…pedrada no charco… uma ESPERANÇA COIMBRÃ para PORTUGAL, para os PORTUGUESES e para a UNIÃO EUROPEIA. E espero, ansioso, que o DR. MANUEL MACHADO não corte a sua amizade para comigo por causa desta sugestão…que não é uma ousadia e reflete apenas uma opinião com base em factos e no real sensível. Peço-lhe, caso se venha a concretizar-se esta minha opinião – e porque subscritores não faltarão – que leve consigo, por favor, os DIÁRIOS de MIGUEL TORGA. No último DIÁRIO, perante a evidência da gravidade da doença, TORGA disse-nos: “NASCI PARA CANTAR A GLÓRIA DA VIDA E NÃO PARA CRONISTA DA HUMILHAÇÃO DA MORTE”.Coimbra e Manuel Machado têm uma palavra a dizer. Todos nós precisamos é de viver: e não morrer nesta humilhação a que nos obrigam.
Confesso que na minha vida política me tenho surpreendido vezes sem conta. Por isso nunca esperaria um dia ler ou ver algo que me espantasse. Enganei-me.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Financiamento Internacional

oportunidades e recursos

Praça do Bocage

Conversa sobre o que nos dá na real gana…

almôndega

narrativas, cebolas e molho vermelho

Recordar, Repetir e Elaborar

O de sempre, só que de novo.

Pra Fora

Depositário do que eu vejo por aí

Casa das Aranhas

A Verdade vem Sempre ao de Cima

O Informador

Jornalismo, média, actualidade nacional e internacional

Palavras ao Poste

A OPINIÃO (QUASE) CERTEIRA

%d bloggers like this: