Porque será sempre pobre

7 Maio

Quebrando a Desigualdade é um documentário sobre a corrupção entre Washington e Wall Street, que provocou as maiores desigualdade na história da América. É um filme que expõe a verdade sobre acontecimentos ocorridos nos idos anos 70 e que nos fez chegar até aqui, numa perigosa viagem. A desigualdade atualmente é a pior de que há memória e não vê solução para este problema.Nenhum país na história do mundo foi forte, sem uma classe média e o caminho que percorremos atualmente está a destruir este segmento da população. O velho ditado “Como vai a classe média … assim vai a nação” vale ainda mais hoje do que nunca. Vivemos num mundo onde os governos podem criar tanto dinheiro quanto eles querem para financiar todos os tipos de projetos de desperdício, guerras, folhetos e salvamentos banqueiro. O sistema atual transferiu a riqueza dos americanos médios para uma pequena elite que não se preocupam com a maioria. Quebrando Desigualdade expõe a verdade por trás da raiz do problema e oferece uma solução para ajudar a acabar com ela. Nosso objetivo é alertar para o sistema atual que está a destruir o futuro,(…)
Dos autores ( tradução livre)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Financiamento Internacional

oportunidades e recursos

Praça do Bocage

Conversa sobre o que nos dá na real gana…

almôndega

narrativas, cebolas e molho vermelho

Recordar, Repetir e Elaborar

O de sempre, só que de novo.

Pra Fora

Depositário do que eu vejo por aí

Casa das Aranhas

A Verdade vem Sempre ao de Cima

O Informador

Jornalismo, média, actualidade nacional e internacional

Palavras ao Poste

A OPINIÃO (QUASE) CERTEIRA

%d bloggers like this: