Uma resposta to “O fantasma do Largo do Rato”

  1. António Miguel Fevereiro 7, 2013 às 4:39 pm #

    É uma abordagem, aberta, inteligente e por isso construtiva, quando surgem tantos encostos. O PS para se credibilizar ( esta é a hora!) tem que enfrentar o passado, o presente e olhar para o futuro, não apenas do partido, mas fundamentalmente de Portugal.
    Os portugueses aguardam, não um salvador da Pátria, mas gente que apresente com honestidade e competência um plano estratégico para Portugal.
    O PS tem gente competente, dentro e fora, não podendo nem devendo esquecer-se da sua massa crítica, dos seus valores e dos militantes que o constituem, estes sim, é que formam o PS. Na certeza de que muitos dos actores políticos do passado não dão garantias mínimas para o futuro. O PS tem que assumir isso, sob pena de os portugueses não acreditarem num projecto que lhes seja apresentado, ainda que seja sério.
    Um projecto sério nunca será implementado por gente duvidosa que deixou um rasto de dúvida, de incompetência e de algum oportunismo que não tiveram em conta uma visão do futuro dos portugueses.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Financiamento Internacional

oportunidades e recursos

Praça do Bocage

Conversa sobre o que nos dá na real gana…

almôndega

narrativas, cebolas e molho vermelho

Recordar, Repetir e Elaborar

O de sempre, só que de novo.

Pra Fora

Depositário do que eu vejo por aí

O Informador

Jornalismo, média, actualidade nacional e internacional

Palavras ao Poste

A OPINIÃO (QUASE) CERTEIRA

%d bloggers like this: