Assalto a Santana

17 Out


O presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz, João Ataíde, informou esta manhã o restante executivo da intenção da autarquia de Montemor-o-Velho de proceder a alterações nos seus limites territoriais, um objetivo que, para surpresa do edil, foi já sufragado pela assembleia municipal montemorense. “Em abril ou maio deste ano recebi um ofício, lacónico da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho (CMMV), manifestando-se interessada em abarcar o território que vai de Vila Mota até ao Monte de Ferrestelo, passando pelo monte de Santa Olaia”, explicou João Ataíde. Consultou a Junta de Freguesia de Santana, entre outras entidades, e deu nota à CMMV de que não havia, da parte do município figueirense, “nenhum interesse em proceder a qualquer alteração”, mesmo atendendo à permuta que a autarquia montemorense propunha, e que assentava num “espaço na zona confinante com a freguesia de Vila Verde”. Para o edil, e porque “só se dança o tango com dois”, o assunto tinha ficado resolvido. ” Toda a estoria no Figueirense

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Financiamento Internacional

oportunidades e recursos

Praça do Bocage

Conversa sobre o que nos dá na real gana…

almôndega

narrativas, cebolas e molho vermelho

Recordar, Repetir e Elaborar

O de sempre, só que de novo.

Pra Fora

Depositário do que eu vejo por aí

O Informador

Jornalismo, média, actualidade nacional e internacional

Palavras ao Poste

A OPINIÃO (QUASE) CERTEIRA

%d bloggers like this: