PRÉMIO VOTOS DE ANO NOVO

4 Jan

Há cem anos houve temporal assinalando o estertor de 1909. A net falhou em muitas residências, o que motivou rebelião contra o regime monárquico, desde sempre contestado por olhar com desdém para as novas tecnologias.
O Facebook e o Twitter estavam proibidos ia para meio ano, meios considerados subversivos pelo Rei. Verdade se diga que a maioria das contas pertencia aos republicanos. Foi a hashtag #buiça que levou D. Manuel II a perder a cabeça, impondo o bloqueio quase total dos acessos às redes sociais.

De fora apenas o Núcleo de Amigos do Farmville da Ameixoeira, administrado por filhos de terratenentes da região. Os subversivos terrafurriéis divertiam-se a estragar, quase todos os dias, a plantação dos meninos-bem. Uns vândalos, é o que eles eram!

Os 134.000 computadores Amélios distribuídos pelas escolas do país viriam a ser recolhidos uns meses mais tarde. Pretexto: o facto de se ter descoberto que os putos passavam mais tempo no Hi5 do que a estudar. E no Hi5 as fotos mais badaladas eram as da bailarina francesa passando férias no Buçaco. No entanto, em nenhuma das fotos ela aparecia ao lado de D. Manuel II, pelo que não se entende bem a fúria do monarca.

A “Caras”, pró-monárquica, circulava livremente. Já a “Nova Gente” fora proibida, depois daquela fotomontagem com D. Amélia e Mouzinho de Albuquerque.

Consta que a petição sugerindo que ao nome do excelso monarca se acrescentassem mais alguns distritos, dando-lhe uma maior representatividade nacional, não teve grande adesão.
Os peticionários sugeriam que a Manuel Maria Filipe Carlos Amélio Luís Miguel Rafael Gabriel Gonzaga Xavier Francisco de Assis Eugénio de Saxe-Coburgo-Gota e Bragança se acrescentasse Viana do Castelo, Leiria e Portalegre.

Aos microfones do haut-parleur do Rossio, o avô de Medina Carreira profetizou borrasca da grossa para o ano nascituro, o que causou graves problemas a Mário Crespo, detentor do alvará. Crespo esteve três meses desterrado em Vila Franca de Xira.
D. Manuel II, que não acreditava nos dotes de astrólogo do economista, cismou que estava a ser escutado. Por mais que os seus conselheiros lhe dissessem “Não é verdade, já ninguém o escuta, já ninguém lhe liga!”, Sua Alteza Real mandou o seu homem de confiança denunciar o caso a um jornalista do “Thalassa”. Encontraram-se discretamente no Bénard, o jornalista prometeu que tudo seria publicado sem levantar suspeitas – “Fazemos a coisa como se ela tivesse partido de uma república das bananas!”, ao que o agente de S.A.R. respondeu “Boa, boa!”. O pombo-correio enviado para a Camacha parou na Rua dos Calafates para levar umas encomendas do DN, houve troca de encomendas, Marcelo Lino topou o furo e foi o que se sabe.

Como o neto de Medina Carreira nos tem assustado tanto com 2010, Feliz 2011.

Dinis Manuel Alves
www.mediatico.com.pt

Anúncios

Uma resposta to “PRÉMIO VOTOS DE ANO NOVO”

  1. Diogo Lopes Dezembro 23, 2010 às 6:26 pm #

    Boas Festas para Si e Familia sao os desejos do «Porquito» Lol.
    E muitos Sucessos para 2011. Peça ao DA o meu email pois só agora vi o seu blog.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s